O Instituto Confúcio da Universidade do Minho promove, nos próximos dias 19 de março e 21 de maio, no campus de Gualtar, em Braga, a realização da 7ª edição dos Exames Oficiais de Língua Chinesa (HSK) e de Oralidade de Língua Chinesa (HSKK).
Ao contrário dos anos anteriores, este ano estarão disponíveis duas datas para a concretização do referido exame, facultando assim mais oportunidades aos estudantes da língua chinesa.
Estes exames de proficiência, organizados oficialmente pelo Hanban (Gabinete Nacional de Divulgação da Língua Chinesa no Mundo, organismo tutelado pelo Ministério da Educação da República Popular da China), dirigem-se aos alunos que aprendem o referido idioma como língua estrangeira, adotam critérios uniformes e os respetivos diplomas são reconhecidos em todo o mundo. Os interessados em participar no dia 19 de março, podem inscrever-se até dia 18 de fevereiro, e os interessados em participar no dia 21 de maio, podem inscrever-se até dia 19 de abril, no site www.chinesetest.cn.

 

O Instituto Confúcio da Universidade do Minho, a primeira instituição em Portugal a promover o HSK (Hanyu Shuiping Kaoshi), realiza, neste momento, estes exames até ao nível VI (equivalente ao nível B2/C1 do Quadro Europeu de Avaliação de Línguas). No ano passado apresentaram-se às referidas provas inúmeros candidatos, os quais realizaram exames de dos seis níveis disponíveis do HSK, bem como, no que diz respeito ao HSKK (Hanyu Shuiping Kouyu Kaoshi), dos três níveis disponíveis, o nível básico e intermédio. No resto da Europa existem outros países onde estes exames são também realizados regularmente, envolvendo entidades reconhecidas pelo Governo da República Popular da China, como é o caso de Associações de Professores de Chinês (França), Embaixadas e, em particular, os Institutos Confúcio.

Os alunos dos cursos de chinês, como é o caso daqueles que frequentam os cursos livres promovidos pelo Instituto Confúcio, o Projeto Ensino de Chinês nas Escolas ou a oferta formativa do Departamento de Estudos Asiáticos do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho, são por este meio encorajados a apresentar-se à referida avaliação e, tal como em anos anteriores, a exibir o elevado nível atingido na aprendizagem do chinês.


É importante assinalar que, existindo já inúmeras instituições no país onde o ensino do chinês é ministrado, atendendo à diversidade de métodos e práticas adotados, as provas agora anunciadas, ou seja, o HSK e o HSKK, constituem as únicas evidências cuja validade é reconhecida internacionalmente e sancionada pelas autoridades oficiais chinesas.

 

Para mais informações sobre as inscrições:

 

Contactos

Instituto Confúcio da UMinho

www.confucio.uminho.pt

Tel.: 253604160/1

E-mail: