Ano Novo Chinês 2016

O Instituto Confúcio da Universidade do Minho celebra o Ano Novo Chinês no Braga Parque

 

O Instituto Confúcio da Universidade do Minho comemorou a entrada do Ano Novo Chinês, o ano do Macaco, no passado dia 21 de fevereiro, entre 10h e as 23h, no Braga Parque. A celebração contou com um leque variado de atividade culturais chinesas, entre as quais podemos distinguir as sessões de caligrafia, escrita de nomes em chinês, pintura de máscaras tradicionais da Ópera de Pequim, cerimónia do chá, distribuição de envelopes vermelhos e artes marciais.

Um dos acontecimentos que suscitou mais interesse entre os visitantes foi a escrita de nomes em chinês. Escrevendo o seu nome em papel, uma das professoras chinesas do Instituto, ponderava e compunha uma tradução do mesmo para chinês, adivinhando ainda, como prémio, o signo chinês.

As crianças deixaram-se encantar com a pintura das máscaras chinesas, tendo oportunidade para dar asas à imaginação, com um pincel tipicamente chinês.

Uma oficina específica para a aprendizagem da língua chinesa foi também apresentada, iniciativa que suscitou particular adesão por parte de visitantes de todas as idades.

A referida celebração culminou com a apresentação, durante a tarde, da Dança do Leão − uma dança tradicional da China destinada a atrair boa sorte e fortuna −, de uma demonstração de artes marciais, designadamente de Wushu (Kung Fu), ambos os espetáculos protagonizadas por mestres e alunos da Escola Jing-She, de Vila Nova de Famalicão e, finalmente, por uma demonstração de Taichi, apresentada por Joana Matos, Professora do Curso de Taichi do Instituto Confúcio, e João Gomes.

As comemorações contaram com o entusiasmo de centenas de pessoas e com a presença dos Professores Doutores Rui Vieira de Castro, Vice-Reitor da Universidade do Minho e Presidente do Instituto Confúcio, António Lázaro e Zhang Yan, diretores do referido instituto.

O Ano Novo Chinês começou no passado dia 8 de fevereiro e irá prolongar-se até ao dia 27 de janeiro de 2017. No calendário chinês este ano é consagrado ao Macaco, nono signo do horóscopo chinês, o qual é associado à ambição, esperteza, malícia e aventura. Todos os anos, o Instituto Confúcio da Universidade do Minho, disponibiliza à comunidade muitas actividades e workshops culturais chineses e cursos de chinês. Imbuídos no espirito inteligente do Macaco, este ano, o Instituto Confúcio faz questão de continuar o seu dinamismo. 

      AVISO: Informamos que, infelizmente, por motivos alheios à nossa vontade, a Comemoração do Ano Novo Chinês no Largo do Paço, para domingo dia 14 de fevereiro, foi cancelada.

Com os melhores cumprimentos,

A Direcção do Instituto Confúcio